sábado, 31 de janeiro de 2009

Descritivo B

Riscas diluídas no cortinado para que desapareçam as manchas, aperto num dos lados e oiço o bater das argolas de plástico enquanto as reúno no lado esquerdo, a roupa quase que descai por si mesma, já estou habituado ao movimento de pernas, obstáculo fácil de ultrapassar por agora, daqui a uns anos talvez tenha que o reaprender, ao jorro de água inicial recuo um pouco, os pés unem-se à força para impedir que o frio permaneça entre os dedos, sento-me e sinto o reposicionamento das rótulas, o estalido duplo como de costume, as misturas frio e quente estão gastas nas torneiras, é este o momento demorado ao inicio do dia, traz-me grande satisfação, mas lá terei que saltar cá para fora eventualmente, sentir os cubos de gelo que me percorrem a coluna, o ripostar dos azulejos floreados, secar-me e vestir-me à pressa.

1 comentário:

Sanxeri disse...

Gosto do início do dia, de ligar a televisão e fazer a cama. Gosto de me sentar na cama, a comer torradas e a ver as notícias. São pequenas coisas que me alegram o dia.