domingo, 21 de dezembro de 2008

Fidel

Estupor, esguichava uma substância incolor para cima da minha Titi, a boneca de porcelana que a minha mãe me ofereceu enquanto pequena, estive de cama com sarampo e afastaram-me de todos os meus amigos, não aguentava sozinha sem que aqueles olhos estivessem virados para mim, o cabrão do fox terrier do meu vizinho gostava de se montar no vestido bordado à mão pela minha avõ que fora adaptado do vestido de casamento da sua mãe, aquele cacete furou o vestido de uma ponta à outra, não conseguia acompanhar o trabalhar do bicho com remendos, insaciável o maldito... raios o partam... quando estava sossegado estava mesmo, mas assim que sniffava os caracóis da boneca, jaaasus...

1 comentário:

Stuck in a moment disse...

Virgem Maria do Santíssimo Socorro :) gosto de imaginações a correr galopantes...