segunda-feira, 4 de maio de 2009

selfishness by design

Preparada a estatueta, acabadinha de polir, esfrego-a na parte de dentro do braço esquerdo, resplandece como nunca, brilha que se farta… ganhei o dia com este trabalho, de respiração a pique, faz-se notar a dificuldade que tenho em engolir, congratulo-me a mim mesmo, agradeço-me pela tarefa completada com a maior das delicadezas, faço-o com a menor humildade que me é possível, entorpeço os sentidos com mais um copo de tinto, até ficar com a visão tremelica… é para esquecer, mais duas horas e deito-me no sofá a ver talkshows, até que me derretam os dois bolbos com as tretas que vão surgindo no ecrã, até adormecia…mas não me compete a mim tomar essa decisão, são os malditos neons do bar de strippers no rés do chão da pensão de zero estrelas mesmo em frente ao meu apartamento, só com a chegada do camião que faz a recolha dos contentores de lixo é que consigo descansar um pouco, só me resta embrulhar um pouco de gelado com caramelo liquido e deixar derreter os torrões de açúcar caramelizado na ponta da língua, isso enquanto embarco em nova aventura através dos milagreiros rios de tequilaaaaaaaaaaaa….

(bright red)

3 comentários:

Sayuri disse...

Molotov?... :)

Teresa Queiroz disse...

depois dos homens do lixo.... chega a paz...
molotov!! sem dúvida

Canto Definido disse...

É gelado de caramelo com pedaços de nozes + gomas, regado com caramelo liquido ;)

(Baunilha com tiras de banana, ovomaltine e leite condensado)